qual a origem do ukulele

A origem do ukulele: ele é havaiano ou não?

A origem do ukulele, por si só, é bastante curiosa e nós temos certeza de que, se você já era apaixonado pelo instrumento, vai ficar ainda mais.

Afinal, o instrumento havaiano mais famoso do mundo, que se tornou um clássico dos luaus, do Hula Hula e do surf music, na verdade, não vem do Hawaii.

“O quê!? Só pode ser brincadeira!” Calma, amigo ukulelista, nós já vamos explicar e você vai ver que a história da origem do ukulele é bastante interessante.

Origem do ukulele: onde e quando nasceu o instrumento?

Ok, você já sabe que não foi no Havaí (ou Hawaii, como você preferir), então deve estar pensando que é da Polinésia, da Austrália ou daquelas bandas de lá.

Mas o fato é que o primeiro ukulele foi criado em Portugal, no século XIX, onde era chamado de Machete, Braguinha ou Rajão.

Esse pequeno violão de quatro cordas era muito popular na Ilha da Madeira e na região de Braga, ambas em Portugal, assim como o cavaquinho – que tem uma aparência parecida e também tem origem portuguesa.

Foi em 1879 que imigrantes portugueses – Manuel Nunes, Augusto Dias e Jose do Espirito Santo –, que foram ao Havaí para trabalhar nas plantações de cana-de-açúcar, levaram consigo sua braguinha de navio.

Por lá, o instrumento se tornou popular e os portugueses começaram a fabricar e vender para o mercado local. Com o tempo, a Braguinha foi sendo modificada para se adequar aos gostos havaianos, até que nasceu o ukulele tradicional havaiano, como conhecemos hoje.

Mas por que então todos achamos que o ukulele é havaiano?

A verdade é que o instrumento se tornou muito mais popular no Havaí e nos Estados Unidos, do que na Europa.

O Rei do Havaí David Kal’kaua era um entusiasta da música havaiana e se apaixonou pelo som do ukulele e foi um dos que estimularam que o instrumento fizesse parte da dança Hula, tradicional na região.

Existem diversas teorias sobre o nome “ukulele”, mas há um consenso de que ele foi batizado com esse termo lá mesmo no Havaí. A palavra traduzida para o português quer dizer “pulga saltitante”.

  • Alguns dizem que o nome remete a Edward Purvis, um oficial do exército britânico que animava a corte do Rei Kal’kaua com o seu jeito agitado, e foi apelidado de ukulele. A forma rápida e com dedos ágeis com que o instrumento é tocado, lembrava a personalidade de Purvis (pequeno, alegre e veloz, como pulgas saltitantes).
  • Outros, dizem que foi a Rainha Liliʻuokalani (irmã de Kal’kaua e última monarca do Havaí), que deu o nome ukulele e que o significado seria “presente que veio de muito longe”, referindo-se à origem portuguesa. Isso porque uku significa ‘presente’ e lele quer dizer ‘vir’.
  • Há ainda os que sustentam a teoria de que o termo seria uma variação de ‘ukeke, que era o único instrumento de cordas do Havaí, um arco de boca.

Ukulele no Met Museum

Ficou curioso sobre o ukulele do período da corte havaiana? Um exemplar de ukulele da época de sua criação, de cerca de 1880, está em exposição no Met Museum, o Museu Metropolitano de Arte de Nova York.

Esse exemplar é proveniente da coleção pessoal de Mary Elizabeth Adams Brown, uma curadora e colecionadora norte-americana de instrumentos musicais.

O museu conta com uma coleção de cerca de 5 mil instrumentos musicais, vindos dos seis continentes e das ilhas do Pacífico, desde 300 a.C. até instrumentos mais contemporâneos.

Ukulele conquistou o mundo

A partir do século XIX, mais pessoas passaram a conhecer e se apaixonar pelo instrumento, principalmente após a invasão militar dos Estados Unidos e, posterior, anexação do Havaí como Estado dos EUA.

As idas e vindas entre Ocidente e Oriente se expandiram e, como o ukulele é um instrumento bastante portátil, ele pôde ser levado nas viagens de navio e ganhou o mundo com seu som doce.

Há alguns anos, inclusive, o ukulele se tornou um ícone das ilhas havaianas e, se você viajar como turista para lá, é bem possível que será recebido com um colar de flores e uma dança de hula ao som de ukulele.

Mas o instrumento não é só usado para tocar hula-hula. Pelo contrário, uma das grandes vantagens de tocar ukulele é que ele é muito versátil e pode compor qualquer estilo musical.

Um exemplo disso é que, pouco antes da Segunda Guerra Mundial, os músicos do gênero vaudeville, como Roy Smeck e Cliff Edwards, utilizaram muito o instrumento em suas gravações.

O sucesso estrondoso de Somewhere Over the Rainbow

A música mais tocada no ukulele atualmente é “Somewhere Over the Rainbow”, um pot-pourri das músicas:

  • Over the Rainbow,  composta por Harold Arlen e Yip Harburg, escrita para o filme O Mágico de Oz. Sabia que a música ganhou o Oscar de melhor canção original, cantada pela atriz Judy Garland em seu papel de Dorothy Gale? Se tornou uma das músicas mais famosas do cinema.
  • E What a Wonderful World, gravada pela primeira na voz de Louis Armstrong.

No pot-pourri, Israel Kamakawiwo’ole, um cantor e compositor havaiano (mais conhecido como Bruddah IZ) fez sua fama com uma música que seria regravada diversas vezes ao longo dos anos. Somewhere Over the Rainbow foi gravada apenas com voz e ukulele e rendeu diversos prêmios ao músico.

Quer aprender a tocar essa música no ukulele? Temos um tutorial que ensina passo a passo, veja só:

E se você também é um apaixonado por ukulele e quer continuar aprendendo músicas, curiosidades, técnicas e teorias sobre o instrumento, não pode deixar de conhecer o Clube do Ukulele.

Este é um clube de assinatura para quem quer ter acesso aos melhores cursos e conteúdos sobre o instrumento. Mais do que uma escola, somos uma comunidade de milhares ukulelistas pelo Brasil, com diversos benefícios, eventos, lives e tudo que envolve o universo do ukulele.

Quer fazer parte? É só clicar em Clube do Ukulele e conhecer como funciona!

Clube do Ukulele
Qual ukulele comprar
Conheça o nosso Clube do Ukulele, a nossa plataforma com tudo o que você precisa pra tocar ukulele do iniciante ao avançado: https://clubedoukulele.com
clube do ukulele ebook
Clube do Ukulele

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima